O que são essas esculturas no fundo do Mar do Caribe? - Foca na Folga


Com aparência de um naufrágio, mas com a organização de que foram deixadas lá propositalmente, as esculturas e objetos chamam a atenção de quem mergulha no Mar do Caribe, em Granada.

O Caribe é um lugar especial com muitas belezas naturais em suas ilhas, águas claras e muitos atrativos naturais que são o sonho de consumo de qualquer turista. Contudo o que veremos hoje é tão belo e único quanto tudo o que se pode encontrar no Caribe, mas não é natural: trata-se da obra de Jason Taylor, um artista que criou um recife artificial com esculturas feitas de concreto e aço com o propósito de colaborar com a vida marinha local.

Jason Taylor criou mais de 450 esculturas que estão no fundo do mar.
Com os mais variados formatos – que vão desde crianças e adultos até objetos que representam os que utilizamos no nosso dia a dia – as esculturas foram fabricadas em solo firme e levadas até ao fundo do mar. O propósito deste museu subaquático é simples: ajudar na proliferação da vida marinha, facilitando o surgimento de corais, bem como de peixes que se alimentam deles.

As esculturas no fundo do oceano facilitam o surgimento de corais.


Jason Tayor se formou em Artes em Londres, mas atualmente mora em Granada. Suas obras já foram expostas em importantes museus e o artista já planeja uma segunda fase para o seu projeto com as esculturas. A proposta de Jason é destacar a importância da relação entre o homem e a natureza.

Agora você já sabe o que são essas imagens que voltaram a circular nas redes sociais nos últimos dias! 

Curta: @focanafolga.

O que são essas esculturas no fundo do Mar do Caribe?



Por favor, reserve um segundo para curtir, isso nos ajuda muito! é só clicar no botão:



Com aparência de um naufrágio, mas com a organização de que foram deixadas lá propositalmente, as esculturas e objetos chamam a atenção de quem mergulha no Mar do Caribe, em Granada.

O Caribe é um lugar especial com muitas belezas naturais em suas ilhas, águas claras e muitos atrativos naturais que são o sonho de consumo de qualquer turista. Contudo o que veremos hoje é tão belo e único quanto tudo o que se pode encontrar no Caribe, mas não é natural: trata-se da obra de Jason Taylor, um artista que criou um recife artificial com esculturas feitas de concreto e aço com o propósito de colaborar com a vida marinha local.

Jason Taylor criou mais de 450 esculturas que estão no fundo do mar.
Com os mais variados formatos – que vão desde crianças e adultos até objetos que representam os que utilizamos no nosso dia a dia – as esculturas foram fabricadas em solo firme e levadas até ao fundo do mar. O propósito deste museu subaquático é simples: ajudar na proliferação da vida marinha, facilitando o surgimento de corais, bem como de peixes que se alimentam deles.

As esculturas no fundo do oceano facilitam o surgimento de corais.


Jason Tayor se formou em Artes em Londres, mas atualmente mora em Granada. Suas obras já foram expostas em importantes museus e o artista já planeja uma segunda fase para o seu projeto com as esculturas. A proposta de Jason é destacar a importância da relação entre o homem e a natureza.

Agora você já sabe o que são essas imagens que voltaram a circular nas redes sociais nos últimos dias! 

Curta: @focanafolga.

0 Comentários