O que fazer em Belo Horizonte, os melhores pontos turísticos - Foca na Folga


Belo Horizonte, ou BH para os mais íntimos, é a capital de Minas Gerais e é bastante procurada por quem ama a comida mineira e não abre mão da facilidade das grandes cidades. Sendo a terceira maior metrópole do país, ela ainda abriga um estilo de interior, mesmo tendo 2,5 milhões de habitantes. Com uma cultura e gastronomia invejável, BH agrada todos os públicos e bolsos.

Se você vai visitar a cidade pela primeira vez, recomendamos reservar dois ou três dias (ou mesmo um fim de semana) para curtir o que ela oferece — e também para fazer um passeio imperdível um pouco mais retirado que você vai ver logo abaixo.

Praça da Liberdade
A praça conta com jardins e estátuas em mármore de Carrara e é muito procurada por moradores e turistas. Localiza-se no final da Avenida João Pinheiro, de frente para o Palácio da Liberdade, sendo cortada por dupla fileira de palmeiras imperiais. Cercando a praça, é possível notar construções ecléticas datadas da época da transferência da capital. A Praça sedia um importante Circuito Cultural, formado por vários museus e espaços culturais, cafés, além de abrigar eventos e oficinas.


A visita aos museus nos arredores da praça é grátis. Talvez não seja possível visitar todos em apenas uma tarde ou em algumas horas, então tire um dia só para isso!
Por lá você vai encontrar:

Museu Mineiro
Próximo à praça está o Museu Mineiro. São mais de 3200 peças e registros da Cultura Mineira.

Cemig – Centro de Arte Popular
Resgata a cultura mineira de várias épocas. Com aproximadamente 800 peças, entre criações que remetem a pinturas rupestres e outras que dialogam com os grafites urbanos, o CAP se apresenta como espaço aberto às mais diversas manifestações da arte popular, perpassando linguagens como escultura, pintura e desenho, entre muitas outras.

Museu das Minas e do Metal
O MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal foi implantado no prédio da antiga Secretaria de Estado da Educação e abriga importante acervo sobre mineração e metalurgia, documentando duas das principais atividades econômicas de Minas.


CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil
A construção tem estilo neoclássico e é estruturado em torno de um pátio central, com uma ampla escadaria e com entrada por bloco central destacado das alas laterais. Por dentro, possui a riqueza e o requinte de detalhes caracteriza os grandes edifícios neoclássicos que marcaram a arquitetura brasileira até primeiras décadas de 1900.

Espaço do Conhecimento da UFMG
É um museu dinâmico, que faz uso de recursos tecnológicos e audiovisuais, que conta com um planetário*, Terraço Astronômico, Livraria e muito mais.
*A entrada ao planetário é cobrada uma pequena taxa.

Mais passeios


A quinze minutos de caminhada da Praça da Liberdade, encontramos o Mercado Central de Belo Horizonte. Localizado na Av. Augusto de Lima, 744, no Centro, é ponto de encontro dos moradores locais e destino imperdível dos turistas. Por lá você encontra muito o que comprar, tendo diversas opções de comidas típicas, especiarias, artesanato, cervejas e tudo o que você pode imaginar.

Lagoa da Pampulha
Cartão postal de Belo Horizonte, a Lagoa da Pampulha atrai milhares de turistas que têm a oportunidade de observar ícones da modernidade nas curvas da Igreja de São Francisco, no Museu de Arte Moderna e na Casa do Baile, construções geradas sob as perspectivas do prefeito da época, Juscelino Kubitschek.
A Lagoa da Pampulha, com 18 quilômetros de extensão, dando a oportunidade para o visitante fazer caminhadas, ciclismo e queima de fogos.
A lagoa está localizada na Av. Otacílio Negrão de Lima, bairro São Luiz.


Mirante do Mangabeiras
Um passeio imperdível onde os visitantes podem ver a cidade abraçada pela Serra do Curral lá do alto, ficando ainda mais bonito ao pôr do sol. Estando lá em cima você certamente vai entender o motivo da capital de Minas se chamar Belo Horizonte!


Também é possível ver BH bem do alto na Praça do Papa, nos mirantes do Parque da Serra do Curral (caminho feito por trilhas) ou mesmo dentro do Parque das Mangabeiras.

Instituto Inhotim
Apesar de não estar em BH (localizado em Brumadinho, a 60km da capital), também é um passeio imperdível e, que se você tiver um tempinho sobrando, vale muito a pena conhecer. O Instituto é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil, sendo considerado o maior museu a céu aberto do mundo.
Você não precisa entender muito de arte para amar o local, pois, quando estiver lá, você vai se sentir dentro das exposições — literalmente.


Quitutes mineiros
A comida mineira é uma das melhores do nosso país, por isso você deve experimentar um pouco de tudo, afinal, comer nos faz feliz! 
As opções são as mais diversas! Os produtos mais buscados pelos turistas, claro, é a goiabada, a cachaça da roça e o famoso queijo minas e suas inúmeras variedades. O pão de queijo e um cafezinho também não pode faltar!


Mineirão
Uma boa opção do que fazer à noite em Belo Horizonte é ir ao Estádio Governador Magalhães Pinto (o Mineirão) assistir a um jogo de futebol. Localizado na Lagoa da Pampulha, o estádio é um dos principais do Brasil, recebendo diversos clássicos durante o ano. Se você levar sorte ou se programar direitinho, pode ter a chance de ver Cruzeiro x Atlético Mineiro em campo. Se no dia que você for não houver nenhuma partida, aproveite para visitar o Museu Brasileiro do Futebol.

O que fazer em Belo Horizonte, os melhores pontos turísticos



Por favor, reserve um segundo para curtir, isso nos ajuda muito! é só clicar no botão:



Belo Horizonte, ou BH para os mais íntimos, é a capital de Minas Gerais e é bastante procurada por quem ama a comida mineira e não abre mão da facilidade das grandes cidades. Sendo a terceira maior metrópole do país, ela ainda abriga um estilo de interior, mesmo tendo 2,5 milhões de habitantes. Com uma cultura e gastronomia invejável, BH agrada todos os públicos e bolsos.

Se você vai visitar a cidade pela primeira vez, recomendamos reservar dois ou três dias (ou mesmo um fim de semana) para curtir o que ela oferece — e também para fazer um passeio imperdível um pouco mais retirado que você vai ver logo abaixo.

Praça da Liberdade
A praça conta com jardins e estátuas em mármore de Carrara e é muito procurada por moradores e turistas. Localiza-se no final da Avenida João Pinheiro, de frente para o Palácio da Liberdade, sendo cortada por dupla fileira de palmeiras imperiais. Cercando a praça, é possível notar construções ecléticas datadas da época da transferência da capital. A Praça sedia um importante Circuito Cultural, formado por vários museus e espaços culturais, cafés, além de abrigar eventos e oficinas.


A visita aos museus nos arredores da praça é grátis. Talvez não seja possível visitar todos em apenas uma tarde ou em algumas horas, então tire um dia só para isso!
Por lá você vai encontrar:

Museu Mineiro
Próximo à praça está o Museu Mineiro. São mais de 3200 peças e registros da Cultura Mineira.

Cemig – Centro de Arte Popular
Resgata a cultura mineira de várias épocas. Com aproximadamente 800 peças, entre criações que remetem a pinturas rupestres e outras que dialogam com os grafites urbanos, o CAP se apresenta como espaço aberto às mais diversas manifestações da arte popular, perpassando linguagens como escultura, pintura e desenho, entre muitas outras.

Museu das Minas e do Metal
O MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal foi implantado no prédio da antiga Secretaria de Estado da Educação e abriga importante acervo sobre mineração e metalurgia, documentando duas das principais atividades econômicas de Minas.


CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil
A construção tem estilo neoclássico e é estruturado em torno de um pátio central, com uma ampla escadaria e com entrada por bloco central destacado das alas laterais. Por dentro, possui a riqueza e o requinte de detalhes caracteriza os grandes edifícios neoclássicos que marcaram a arquitetura brasileira até primeiras décadas de 1900.

Espaço do Conhecimento da UFMG
É um museu dinâmico, que faz uso de recursos tecnológicos e audiovisuais, que conta com um planetário*, Terraço Astronômico, Livraria e muito mais.
*A entrada ao planetário é cobrada uma pequena taxa.

Mais passeios


A quinze minutos de caminhada da Praça da Liberdade, encontramos o Mercado Central de Belo Horizonte. Localizado na Av. Augusto de Lima, 744, no Centro, é ponto de encontro dos moradores locais e destino imperdível dos turistas. Por lá você encontra muito o que comprar, tendo diversas opções de comidas típicas, especiarias, artesanato, cervejas e tudo o que você pode imaginar.

Lagoa da Pampulha
Cartão postal de Belo Horizonte, a Lagoa da Pampulha atrai milhares de turistas que têm a oportunidade de observar ícones da modernidade nas curvas da Igreja de São Francisco, no Museu de Arte Moderna e na Casa do Baile, construções geradas sob as perspectivas do prefeito da época, Juscelino Kubitschek.
A Lagoa da Pampulha, com 18 quilômetros de extensão, dando a oportunidade para o visitante fazer caminhadas, ciclismo e queima de fogos.
A lagoa está localizada na Av. Otacílio Negrão de Lima, bairro São Luiz.


Mirante do Mangabeiras
Um passeio imperdível onde os visitantes podem ver a cidade abraçada pela Serra do Curral lá do alto, ficando ainda mais bonito ao pôr do sol. Estando lá em cima você certamente vai entender o motivo da capital de Minas se chamar Belo Horizonte!


Também é possível ver BH bem do alto na Praça do Papa, nos mirantes do Parque da Serra do Curral (caminho feito por trilhas) ou mesmo dentro do Parque das Mangabeiras.

Instituto Inhotim
Apesar de não estar em BH (localizado em Brumadinho, a 60km da capital), também é um passeio imperdível e, que se você tiver um tempinho sobrando, vale muito a pena conhecer. O Instituto é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil, sendo considerado o maior museu a céu aberto do mundo.
Você não precisa entender muito de arte para amar o local, pois, quando estiver lá, você vai se sentir dentro das exposições — literalmente.


Quitutes mineiros
A comida mineira é uma das melhores do nosso país, por isso você deve experimentar um pouco de tudo, afinal, comer nos faz feliz! 
As opções são as mais diversas! Os produtos mais buscados pelos turistas, claro, é a goiabada, a cachaça da roça e o famoso queijo minas e suas inúmeras variedades. O pão de queijo e um cafezinho também não pode faltar!


Mineirão
Uma boa opção do que fazer à noite em Belo Horizonte é ir ao Estádio Governador Magalhães Pinto (o Mineirão) assistir a um jogo de futebol. Localizado na Lagoa da Pampulha, o estádio é um dos principais do Brasil, recebendo diversos clássicos durante o ano. Se você levar sorte ou se programar direitinho, pode ter a chance de ver Cruzeiro x Atlético Mineiro em campo. Se no dia que você for não houver nenhuma partida, aproveite para visitar o Museu Brasileiro do Futebol.
0 Comentários