Conheça a preguiça gigantesca que vivia no Brasil há 10 mil anos - Foca na Folga

Publicidade

Últimas

Conheça a preguiça gigantesca que vivia no Brasil há 10 mil anos

Os animais viviam em Campo Bom, no Rio Grande do Sul, e perfuravam imensos túneis que duram até hoje

Túnel escavado por preguiça gigante que habitou o Sul do Brasil há 10 mil anos

Continua abaixo

Duas paleotocas, como são chamados os túneis feitos pelos animais milenares, foram identificadas por especialistas em um terreno de uma empresa de argamassa em Campo Bom, na Região Metropolitana de Porto Alegre, no começo de 2020. A existência destes túneis é mais um evidência científica de que preguiças gigantes viveram na região há 10 mil anos. As duas aberturas têm 3 metros e 6 metros.

Com o intuito de registrar o evento cientifico, na época, a prefeitura convidou o professor de minerologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Heinrich Theodor Frank para atestar a descoberta.


Ele confirma a existência dos túneis escavados por mamíferos da megafauna sul-americana. Porém, ao contrário do que especulava a equipe da prefeitura, não eram gliptodontes, um animal semelhante ao tatu gigante, mas um glossotherium, um tipo de preguiça gigante.

De acordo com o professor Frank, esses animais cavavam apenas o espaço pelo qual passavam, para evitar que o predador passasse.

Preguiças gigantes da espécie glossotherium são prováveis ocupantes de toca encontrada em Campo Bom — Foto: Renato Lopes/Projeto Paleotocas/Divulgação


As preguiças gigantes, segundo o professor, tinham garras duras e longas como as espécies atuais. No entanto, não eram lentas nem se penduravam em galhos.