O que todo mochileiro de primeira viagem precisa saber - Foca na Folga

Resolveu largar tudo e cair na estrada, só não sabe quando vai fazer isso porque aquele frio na barriga, aquela voz na cabeça diz "não faça isso"? Bem, isso é mais do que normal.

Começar uma experiência nova que envolva sair da nossa zona de conforto é um pouco difícil no começo, já que exige um pouco de coragem e planejamento. Provavelmente você já tem tudo em mente, onde vai e quando é a melhor época, porém ainda tem receio, não é? Porém se você esperar o momento certo para fazer algo novo, você nunca o fará. Pé na estrada!

As dicas à seguir são simples e vão te ajudar no momento em que você se sentir pronto para ir para aquele lugar incrível que você tanto almeja, mesmo que você ache que ainda não é a hora certa.

1) Não tenha medo
Parece tão clichê, não é? e é mesmo. Mas então por que você tem medo? por que fica adianto tanto aquela viagem? Desprenda-se do medo e foque na cultura, gastronomia e beleza dos lugares que você deseja conhecer. Imagine o quão enriquecedor isso será para você e quantas histórias você terá para contar!

2) Menos é mais
Você não precisa de tanta bagagem quanto acha que precisa. Deixe de lado o apego às suas roupas, tênis e acessórios e leve somente o necessário. Leve o básico e dê preferência às roupas que podem ser repetidas --ou lavadas facilmente. No post que eu escrevi há um tempo falando sobre como acampar na praia tem várias dicas sobre o que levar economizando espaço. Clique aqui para ler.

3) Deixe a timidez de lado
Viajando sozinho você pode (e vai) passar por alguns perrengues, isso é natural. Mas não se desespere, a maioria das pessoas está sempre dispostar a te ajudar, não tenha vergonha de interagir com moradores com culturas e estilos diferentes, eles são iguais a você. Coloque um sorriso no rosto e comece com um "Oi, tudo bem?". Nunca falha.

4) Seja flexível quanto aos horários
Claro que uma viagem tem que ser antes planejada, mas ao partir, não siga tão à risca os horários, afinal você está de folga e não trabalhando. Permita-se fugir da rotina!


5) "Cacau" extra
Se previnir nunca é demais, não é? Leve sempre um dinheirinho a mais, além do seu orçamento. Sabemos que não podemos ver uma coisa diferente que já queremos comprar/experimentar; agora imagine a gente em um lugar totalmente diferente do nosso, quanta variedade de coisas que não precisamos que a gente vai encontrar?!

6) Não tenha pressa
Aproveite cada segundo. Conheça locais que você pode não ter interesse à primeira vista, aposto que você se surpreenderá!


7) Sozinho?
Convidou vários amigos, namorada(o) e ninguém quis te acompanhar? são uns medrosos, mesmo. Vá sózinho e depois faça inveja para eles com suas experiências e fotos. Eles te acharão corajoso e se arrependerão de não terem ido. 

8) Aventure-se
Arrisque-se! saia da sua zona de conforto. Claro que isso não significa fazer as coisas sem segurança, mas faça coisas que tenha medo: pule de paraquedas, faça tirolesa, pratique boiacross, enfim, a vida é uma só. Aproveite!

Talvez você não goste de tudo o que vai experimentar, mas a experiência valerá a viagem, afinal, isso ninguém pode tirar de você!


O que todo mochileiro de primeira viagem precisa saber



Ajude a continuarmos publicando. Curtir a nossa página nos incentiva muito! basta clicar aqui ou no botão:


Resolveu largar tudo e cair na estrada, só não sabe quando vai fazer isso porque aquele frio na barriga, aquela voz na cabeça diz "não faça isso"? Bem, isso é mais do que normal.

Começar uma experiência nova que envolva sair da nossa zona de conforto é um pouco difícil no começo, já que exige um pouco de coragem e planejamento. Provavelmente você já tem tudo em mente, onde vai e quando é a melhor época, porém ainda tem receio, não é? Porém se você esperar o momento certo para fazer algo novo, você nunca o fará. Pé na estrada!

As dicas à seguir são simples e vão te ajudar no momento em que você se sentir pronto para ir para aquele lugar incrível que você tanto almeja, mesmo que você ache que ainda não é a hora certa.

1) Não tenha medo
Parece tão clichê, não é? e é mesmo. Mas então por que você tem medo? por que fica adianto tanto aquela viagem? Desprenda-se do medo e foque na cultura, gastronomia e beleza dos lugares que você deseja conhecer. Imagine o quão enriquecedor isso será para você e quantas histórias você terá para contar!

2) Menos é mais
Você não precisa de tanta bagagem quanto acha que precisa. Deixe de lado o apego às suas roupas, tênis e acessórios e leve somente o necessário. Leve o básico e dê preferência às roupas que podem ser repetidas --ou lavadas facilmente. No post que eu escrevi há um tempo falando sobre como acampar na praia tem várias dicas sobre o que levar economizando espaço. Clique aqui para ler.

3) Deixe a timidez de lado
Viajando sozinho você pode (e vai) passar por alguns perrengues, isso é natural. Mas não se desespere, a maioria das pessoas está sempre dispostar a te ajudar, não tenha vergonha de interagir com moradores com culturas e estilos diferentes, eles são iguais a você. Coloque um sorriso no rosto e comece com um "Oi, tudo bem?". Nunca falha.

4) Seja flexível quanto aos horários
Claro que uma viagem tem que ser antes planejada, mas ao partir, não siga tão à risca os horários, afinal você está de folga e não trabalhando. Permita-se fugir da rotina!


5) "Cacau" extra
Se previnir nunca é demais, não é? Leve sempre um dinheirinho a mais, além do seu orçamento. Sabemos que não podemos ver uma coisa diferente que já queremos comprar/experimentar; agora imagine a gente em um lugar totalmente diferente do nosso, quanta variedade de coisas que não precisamos que a gente vai encontrar?!

6) Não tenha pressa
Aproveite cada segundo. Conheça locais que você pode não ter interesse à primeira vista, aposto que você se surpreenderá!


7) Sozinho?
Convidou vários amigos, namorada(o) e ninguém quis te acompanhar? são uns medrosos, mesmo. Vá sózinho e depois faça inveja para eles com suas experiências e fotos. Eles te acharão corajoso e se arrependerão de não terem ido. 

8) Aventure-se
Arrisque-se! saia da sua zona de conforto. Claro que isso não significa fazer as coisas sem segurança, mas faça coisas que tenha medo: pule de paraquedas, faça tirolesa, pratique boiacross, enfim, a vida é uma só. Aproveite!

Talvez você não goste de tudo o que vai experimentar, mas a experiência valerá a viagem, afinal, isso ninguém pode tirar de você!


0 Comentários