Turismo nas profundezas: que tal ver o Titanic de perto? - Foca na Folga


Que o Titanic é o navio mais famoso e incrível do mundo ninguém pode discordar. E essa façanha continua mesmo depois de um século embaixo d’água.

Aos que sempre sonharam em estar pertinho deste navio, agora podem ter a chance de fazer um turismo nas profundezas do oceano e quase tocar o navio que emocionou a tantas pessoas no filme que leva o mesmo nome.

Se você está aqui, certamente já sabe como o navio foi parar no fundo do mar. Mas, caso ainda não saiba, ele colidiu com um iceberg na noite de 14 de abril de 1912 e afundou menos de três horas depois. Já os seus destroços foram encontrados somente em 1985, graças ao esforço e aos conhecimentos do oceanógrafo Robert Ballard em uma missão secreta da Marinha americana.


Considerando toda a notoriedade que o fato despertou nas pessoas, a empresa americana OceanGate planeja realizar diversas jornadas subaquáticas para o Titanic em meados deste ano, possibilitando às pessoas verem de pertinho o transatlântico naufragado. Cada assento em seu submarino de águas profundas custa cerca de US$ 105 mil (R$ 387 mil). Coincidente ou não, este valor é equivalente a uma passagem de primeira classe na viagem inaugural do Titanic com a correção atual.

Stockton Rush, fundador e presidente executivo da OceanGate, iniciou o negócio há nove anos, quando queria mergulhar em águas profundas e percebeu que não podia alugar um submarino tripulado. Ele então decidiu conectar a ideia de turismo subaquático a pesquisas científicas. 
Um turismo para poucos. Se você tivesse essa grana toda você iria?

Curta nossa página @focanafolga

Turismo nas profundezas: que tal ver o Titanic de perto?




Que o Titanic é o navio mais famoso e incrível do mundo ninguém pode discordar. E essa façanha continua mesmo depois de um século embaixo d’água.

Aos que sempre sonharam em estar pertinho deste navio, agora podem ter a chance de fazer um turismo nas profundezas do oceano e quase tocar o navio que emocionou a tantas pessoas no filme que leva o mesmo nome.

Se você está aqui, certamente já sabe como o navio foi parar no fundo do mar. Mas, caso ainda não saiba, ele colidiu com um iceberg na noite de 14 de abril de 1912 e afundou menos de três horas depois. Já os seus destroços foram encontrados somente em 1985, graças ao esforço e aos conhecimentos do oceanógrafo Robert Ballard em uma missão secreta da Marinha americana.


Considerando toda a notoriedade que o fato despertou nas pessoas, a empresa americana OceanGate planeja realizar diversas jornadas subaquáticas para o Titanic em meados deste ano, possibilitando às pessoas verem de pertinho o transatlântico naufragado. Cada assento em seu submarino de águas profundas custa cerca de US$ 105 mil (R$ 387 mil). Coincidente ou não, este valor é equivalente a uma passagem de primeira classe na viagem inaugural do Titanic com a correção atual.

Stockton Rush, fundador e presidente executivo da OceanGate, iniciou o negócio há nove anos, quando queria mergulhar em águas profundas e percebeu que não podia alugar um submarino tripulado. Ele então decidiu conectar a ideia de turismo subaquático a pesquisas científicas. 
Um turismo para poucos. Se você tivesse essa grana toda você iria?

Curta nossa página @focanafolga

0 Comentários