Incríveis lugares abandonados ao redor do mundo #02 - Foca na Folga


Ao redor do mundo existem diversos lugares abandonados que contam a história do nosso planeta, sejam elas marcadas por guerras, acidentes, falta de interesse de compradores, altos impostos ou a má administração. Independentemente do que seja, estes lugares esquecidos no tempo se tornam atrativos para alguns turistas que gostam de visitar estes lugares peculiares, rendendo belas fotos e a curiosidade de cada vez mais pessoas.
Confira também a primeira lista de lugares abandonados ao redor do mundo clicando aqui.

Belchite, Espanha
Localizada a 40 km de Saragoça, capital da comunidade autônoma de Aragão, a cidade foi palco de um dos episódios mais devastadores da Guerra Civil Espanhola entre os dias 24 de agosto e 7 de setembro de 1937. 


Soldados do Exército Republicano tomaram cada uma das casas e provocaram seis mil mortes, em um episódio que ficou conhecido como Batalha de Belchite. Ao final da guerra, o governo decidiu preservar os cenários de destruição para fazer com que o episódio nunca fosse esquecido, tornando o lugar uma ‘cidade fantasma’. 

Bodie, California, EUA
Localizada na região de Serra Nevada, nos EUA, este vilarejo faz parte de um conjunto de mais de seis mil cidades-fantasmas de extrema importância para a cultura nacional. Elas foram fundamentais para o desenvolvimento da Corrida de Ouro e de metais preciosos no final do século 19. 


Bodie, preservou suas características mesmo após a maioria dos moradores deixarem suas casas para trás quando o comércio e exploração de metais começou a desvalorizar. 

Chernobyl, Ucrânia
A cidade Pripyat, Ucrânia, se tornou fantasma depois do terrível acidente nuclear da usina de Chernobyl, conhecido como o pior da história da humanidade. Em 26 de abril de 1986, uma grande explosão, seguida por um incêndio, impulsionaram a liberação de partículas radioativas na atmosfera, tornando a região extremamente tóxica. 


A cidade foi completamente esvaziada e ficou inabitável, gerando consequências graves em alguns de seus herdeiros, como doenças respiratórias e até câncer. Trinta anos depois do desastre, os prédios abandonados da cidade e de seus arredores tornaram-se atrações turísticas.


Dadipark, Dadizele, Belgica
O “Parque de Terror Belga” ou “Parque das Mortes Misteriosas” foram os dois apelidos pelo qual o Dadipark ficou conhecido. Construído em 1950 com o intuito de ser um parque para crianças, esse lugar sofreu com más administradores, falta de investimentos e, consequentemente com a falta de segurança em suas atrações. 


Somando tudo isso, o resultado foi que, certa vez em um brinquedo chamado Nautic Jet, uma criança sofreu um acidente e teve o braço amputado. A notícia fez com que a reputação do parque fosse decaindo até que seu fechamento fosse anunciado em 2002, onde encontra-se abandonado até os dias de hoje. O local carrega a fama de ser mal-assombrado, onde as lendas locais dizem que o lugar é palco de mortes misteriosas e suicídios.

Fordlandia, Pará, Brasil
Na década de 1920, Henry Ford tentou construir uma cidade no Brasil afim de melhorar os seus investimentos. A ideia era tranformar a região amazônica em uma segunda Detroit, cidade americana onde o automobilismo é a indústria principal. 


O problema é que a propriedade adquirida pelo empresário, comprada de um cafeicultor e localizada às margens do Rio Tapajós, ficava localizada em uma região muito montanhosa e que dificultava o cultivo de seringueira, árvore de onde é extraída a materia-prima da borracha. A ideia não deu muito certa e foi abandonada. As ruínas estão lá até os dias de hoje.

Chateau Miranda, Bélgica
Construído em 1866 pelo arquiteto inglês Edward Milner, o castelo neogótico, que também atende pelo nome de Château de Noisy, tinha o objetivo de servir como moradia para o clã francês Liedekerke-Beaufort, que procurava um lugar para fugir durante a Revolução Francesa. 


Com o falecimento de Edward, a construção ficaria inacabada e sob os cuidados da família até ser invadida por nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Devido aos altos custos, em 1991 o local foi totalmente abandonado pela família dona da construção.

Ilha de Hashima, Nagasaki, Japão
Descoberta em 1887, quando mineradores passaram a viver na região e a trabalhar na indústria, a ilha foi posteriormente descoberta pela empresa Mitsubishi, que construiu edifícios e impulsionou o crescimento da população. Durante a Segunda Guerra Mundial, a ilha passou a ser palco de trabalhos forçados. 


Pra piorar, a indústria do carvão, impulsionadora da economia local, começou a perder espaço no mercado mundial. Em 1974, ela foi completamente evacuada pelo governo e permaneceu fechada por 35 anos. Atualmente ela é reconhecida pela Unesco como Patrimônio Mundial.

Farol em Aniva Cape, ilha Sakhalin, Rússia
A Ilha de Sacalina faz fronteira com o Japão e é demarcada por uma cadeia de faróis em praias desabitadas do Império Russo, construídos com o intuito de orientar navegadores do antigo Partido Comunista da União Soviética. 


Isolado de áreas povoadas, o Farol Aniva fez parte dessas construções erguidas com uma grande importância histórica para o país, mas que hoje encontram-se abandonados pela falta de utilidade.


Tempelhof Airport, Berlim, Alemanha
Inaugurado há quase um século, esse aeroporto já foi considerado um dos mais importantes da capital alemã, ao lado do Aeroporto de Berlim-Tegel e do Aeroporto de Berlim-Schönefeld. 


Construído em 1923, o local foi marcado como uma oficina de aeronaves, transporte de alimentos e até abrigo dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Suas atividades foram encerradas em 2008, sendo posteriormente abandonado.

Hangzhou Tianducheng, China
Feita para abrigar 10 mil moradores, ela possui diversas construções que imitam o estilo europeu e até pontos turísticos famosos da capital francesa, como a Torre Eiffel. A falta de interesse de compradores e até a má administração dos investimentos no local, a transformaram em uma cidade-fantasma. 


Você já viu a parte 01 da lista de lugares abandonados ao redor do mundo? Se ainda não viu, clique aqui. O que achou desta lista? Conte para gente nos comentários!

Incríveis lugares abandonados ao redor do mundo #02



Por favor, reserve um segundo para curtir, isso nos ajuda muito! é só clicar no botão:



Ao redor do mundo existem diversos lugares abandonados que contam a história do nosso planeta, sejam elas marcadas por guerras, acidentes, falta de interesse de compradores, altos impostos ou a má administração. Independentemente do que seja, estes lugares esquecidos no tempo se tornam atrativos para alguns turistas que gostam de visitar estes lugares peculiares, rendendo belas fotos e a curiosidade de cada vez mais pessoas.
Confira também a primeira lista de lugares abandonados ao redor do mundo clicando aqui.

Belchite, Espanha
Localizada a 40 km de Saragoça, capital da comunidade autônoma de Aragão, a cidade foi palco de um dos episódios mais devastadores da Guerra Civil Espanhola entre os dias 24 de agosto e 7 de setembro de 1937. 


Soldados do Exército Republicano tomaram cada uma das casas e provocaram seis mil mortes, em um episódio que ficou conhecido como Batalha de Belchite. Ao final da guerra, o governo decidiu preservar os cenários de destruição para fazer com que o episódio nunca fosse esquecido, tornando o lugar uma ‘cidade fantasma’. 

Bodie, California, EUA
Localizada na região de Serra Nevada, nos EUA, este vilarejo faz parte de um conjunto de mais de seis mil cidades-fantasmas de extrema importância para a cultura nacional. Elas foram fundamentais para o desenvolvimento da Corrida de Ouro e de metais preciosos no final do século 19. 


Bodie, preservou suas características mesmo após a maioria dos moradores deixarem suas casas para trás quando o comércio e exploração de metais começou a desvalorizar. 

Chernobyl, Ucrânia
A cidade Pripyat, Ucrânia, se tornou fantasma depois do terrível acidente nuclear da usina de Chernobyl, conhecido como o pior da história da humanidade. Em 26 de abril de 1986, uma grande explosão, seguida por um incêndio, impulsionaram a liberação de partículas radioativas na atmosfera, tornando a região extremamente tóxica. 


A cidade foi completamente esvaziada e ficou inabitável, gerando consequências graves em alguns de seus herdeiros, como doenças respiratórias e até câncer. Trinta anos depois do desastre, os prédios abandonados da cidade e de seus arredores tornaram-se atrações turísticas.


Dadipark, Dadizele, Belgica
O “Parque de Terror Belga” ou “Parque das Mortes Misteriosas” foram os dois apelidos pelo qual o Dadipark ficou conhecido. Construído em 1950 com o intuito de ser um parque para crianças, esse lugar sofreu com más administradores, falta de investimentos e, consequentemente com a falta de segurança em suas atrações. 


Somando tudo isso, o resultado foi que, certa vez em um brinquedo chamado Nautic Jet, uma criança sofreu um acidente e teve o braço amputado. A notícia fez com que a reputação do parque fosse decaindo até que seu fechamento fosse anunciado em 2002, onde encontra-se abandonado até os dias de hoje. O local carrega a fama de ser mal-assombrado, onde as lendas locais dizem que o lugar é palco de mortes misteriosas e suicídios.

Fordlandia, Pará, Brasil
Na década de 1920, Henry Ford tentou construir uma cidade no Brasil afim de melhorar os seus investimentos. A ideia era tranformar a região amazônica em uma segunda Detroit, cidade americana onde o automobilismo é a indústria principal. 


O problema é que a propriedade adquirida pelo empresário, comprada de um cafeicultor e localizada às margens do Rio Tapajós, ficava localizada em uma região muito montanhosa e que dificultava o cultivo de seringueira, árvore de onde é extraída a materia-prima da borracha. A ideia não deu muito certa e foi abandonada. As ruínas estão lá até os dias de hoje.

Chateau Miranda, Bélgica
Construído em 1866 pelo arquiteto inglês Edward Milner, o castelo neogótico, que também atende pelo nome de Château de Noisy, tinha o objetivo de servir como moradia para o clã francês Liedekerke-Beaufort, que procurava um lugar para fugir durante a Revolução Francesa. 


Com o falecimento de Edward, a construção ficaria inacabada e sob os cuidados da família até ser invadida por nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Devido aos altos custos, em 1991 o local foi totalmente abandonado pela família dona da construção.

Ilha de Hashima, Nagasaki, Japão
Descoberta em 1887, quando mineradores passaram a viver na região e a trabalhar na indústria, a ilha foi posteriormente descoberta pela empresa Mitsubishi, que construiu edifícios e impulsionou o crescimento da população. Durante a Segunda Guerra Mundial, a ilha passou a ser palco de trabalhos forçados. 


Pra piorar, a indústria do carvão, impulsionadora da economia local, começou a perder espaço no mercado mundial. Em 1974, ela foi completamente evacuada pelo governo e permaneceu fechada por 35 anos. Atualmente ela é reconhecida pela Unesco como Patrimônio Mundial.

Farol em Aniva Cape, ilha Sakhalin, Rússia
A Ilha de Sacalina faz fronteira com o Japão e é demarcada por uma cadeia de faróis em praias desabitadas do Império Russo, construídos com o intuito de orientar navegadores do antigo Partido Comunista da União Soviética. 


Isolado de áreas povoadas, o Farol Aniva fez parte dessas construções erguidas com uma grande importância histórica para o país, mas que hoje encontram-se abandonados pela falta de utilidade.


Tempelhof Airport, Berlim, Alemanha
Inaugurado há quase um século, esse aeroporto já foi considerado um dos mais importantes da capital alemã, ao lado do Aeroporto de Berlim-Tegel e do Aeroporto de Berlim-Schönefeld. 


Construído em 1923, o local foi marcado como uma oficina de aeronaves, transporte de alimentos e até abrigo dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Suas atividades foram encerradas em 2008, sendo posteriormente abandonado.

Hangzhou Tianducheng, China
Feita para abrigar 10 mil moradores, ela possui diversas construções que imitam o estilo europeu e até pontos turísticos famosos da capital francesa, como a Torre Eiffel. A falta de interesse de compradores e até a má administração dos investimentos no local, a transformaram em uma cidade-fantasma. 


Você já viu a parte 01 da lista de lugares abandonados ao redor do mundo? Se ainda não viu, clique aqui. O que achou desta lista? Conte para gente nos comentários!

0 Comentários