Entenda a diferença entre neve, chuva congelada, chuva congelante, granizo e geada - Foca na Folga

Publicidade

Últimas

Entenda a diferença entre neve, chuva congelada, chuva congelante, granizo e geada

Diversos fenômenos climáticos atingem o Brasil durante o ano e podem causar confusão em algumas pessoas; entenda as diferenças

Massas de ar provocam quedas de temperatura durante o inverno, principalmente na Região Sul do país. Nas serras gaúchas e catarinenses — e até no estado do Paraná —, é comum o registro de neve intensa, que pode vir acompanhada por chuva congelada ou de chuva congelante —  o que é diferente da geada, que também ocorre no inverno, e diferente ainda do granizo, comum no verão.  Entenda a diferença entre os fenômenos.



Neve
É denominado neve quando o floco cristalizado chega ao chão sem derreter.

Chuva Congelada
É quando os pingos de água congelam assim que deixam a nuvem, mas derretem ao chegar no chão.

Granizo
A diferença entre granizo e chuva congelada é o instante em que água congela; enquanto a chuva congelada se forma quando a água deixa a nuvem, o granizo é formado ainda dentro da nuvem. O granizo ocorre também no verão, enquanto a chuva congelada somente no inverno.

+Veja também: Relembre as temperaturas extremas que os brasileiros enfrentaram recentemente

Chuva Congelante
Os flocos de neve derretem, mas congelam em contato com o sol e frio. Para a formação desse fenômeno é necessário frio extremo, com temperaturas perto ou abaixo de 0°C, e alta umidade.

Geada
O fenômeno se forma em locais mais baixos, na relva, e quando há tempo seco.

👉 Acompanhe o Foca na Folga no Facebook