Glacier Express: o mais famoso trem suíço - Foca na Folga

Com o slogam "O mais lento trem expresso do mundo", o Glacier Express percorre em sete horas e quarenta e cinco minutos os vales alpinos entre dois dos mais cobiçados vilarejos de montanha suíços: a democrática Zermatt e a metidíssima St. Moritz


A viagem, famosa por ser feita no trem expresso mais lento do mundo, conduz os viajantes pelos Alpes em cerca de oito horas, passando por 91 túneis e mais de 290 pontes. É uma viagem que pode ser feita em trens regionais (em três etapas: de Zermatt a Visp; de Visp a Disentis ou Chur; e finalmente de Disentis ou Chur a St. Moritz), comprando bilhetes na hora ou usando um Swiss Pass sem necessidade de suplemento.

O Glacier Express oferece uma viagem aos sentidos – da Engadine ao Matterhorn. Em sua jornada relaxante a partir do deslumbrante St. Moritz ao igualmente sofisticado Zermatt, o Glacier Express delicia os viajantes com atrações cênicas e tecnologias ultramodernas.

Com suas enormes janelas panorâmicas, o Glacier Express exibe vistas desobstruídas de paisagens únicas.



Um vídeo curtinho para dar mais vontade:

Preços:
O bilhete de ida Zermatt-St. Moritz (ou vice-versa) custa 136 francos suíços (123 euros) na segunda classe; 226 francos suíços (205 euros) na 1a. classe. Quem tem Swiss Pass não precisa pagar a passagem. Crianças até 6 anos não pagam; até 16 anos pagam meia.

Veja também: Algarve, Portugal: um pedaço de paraíso

Mas atenção: além da passagem -- ou de um Swiss Pass válido -- é preciso fazer uma reserva de assento para os horários diretos e trens panorâmicos do Glacier Express. A reserva custa 33 francos suíços no verão, e 13 francos suíços no inverno. Crianças e adolescentes também pagam pela reserva de assento.

O almoço não está incluído. O prato do dia custa 30 francos suíços; a refeição com entrada, prato e sobremesa sai 43 francos suíços. (fonte)


Glacier Express: o mais famoso trem suíço


Com o slogam "O mais lento trem expresso do mundo", o Glacier Express percorre em sete horas e quarenta e cinco minutos os vales alpinos entre dois dos mais cobiçados vilarejos de montanha suíços: a democrática Zermatt e a metidíssima St. Moritz


A viagem, famosa por ser feita no trem expresso mais lento do mundo, conduz os viajantes pelos Alpes em cerca de oito horas, passando por 91 túneis e mais de 290 pontes. É uma viagem que pode ser feita em trens regionais (em três etapas: de Zermatt a Visp; de Visp a Disentis ou Chur; e finalmente de Disentis ou Chur a St. Moritz), comprando bilhetes na hora ou usando um Swiss Pass sem necessidade de suplemento.

O Glacier Express oferece uma viagem aos sentidos – da Engadine ao Matterhorn. Em sua jornada relaxante a partir do deslumbrante St. Moritz ao igualmente sofisticado Zermatt, o Glacier Express delicia os viajantes com atrações cênicas e tecnologias ultramodernas.

Com suas enormes janelas panorâmicas, o Glacier Express exibe vistas desobstruídas de paisagens únicas.



Um vídeo curtinho para dar mais vontade:

Preços:
O bilhete de ida Zermatt-St. Moritz (ou vice-versa) custa 136 francos suíços (123 euros) na segunda classe; 226 francos suíços (205 euros) na 1a. classe. Quem tem Swiss Pass não precisa pagar a passagem. Crianças até 6 anos não pagam; até 16 anos pagam meia.

Veja também: Algarve, Portugal: um pedaço de paraíso

Mas atenção: além da passagem -- ou de um Swiss Pass válido -- é preciso fazer uma reserva de assento para os horários diretos e trens panorâmicos do Glacier Express. A reserva custa 33 francos suíços no verão, e 13 francos suíços no inverno. Crianças e adolescentes também pagam pela reserva de assento.

O almoço não está incluído. O prato do dia custa 30 francos suíços; a refeição com entrada, prato e sobremesa sai 43 francos suíços. (fonte)


0 Comentários