Roteiro para o que visitar em Curitiba nos dias de Chuva - Foca na Folga


Veja abaixo também um roteiro de dias chuvosos para Rio e São Paulo.

Se você é daqueles turistas um pouco sem sorte, que planeja tudo o que vai fazer com muita antecedência, faz mil e um planos do que conhecer apostando que vai encontrar aquele dia ensolarado, mas bem no dia que você chega na cidade está caindo um toró (chuva forte para Curitibanos), bem, então este roteiro é para você. 

Veja no final do texto a sugestão de roteiro.

Não se desespere: Curitiba é mesmo um tanto fria e chuvosa – e este é o charme –, contudo, isso não te impedirá de conhecer muita coisa incrível na cidade. Se você é um tanto quanto azarado, faça o seu seguro viagem, vista uma japona e bora tomar um quentão no Bar do Alemão!  

 
Veja agora o que fazer em Curitiba em dias chuvosos:

Museu do Automóvel
Um museu temático, especializado em veículos automotores e similares, é considerado um dos mais importantes do Brasil nesta categoria.


Está localizado na Av. Cândido Hartmann, 2300 - Parque Barigui;
Funciona de 3ª a 6ª feira: 13:30 as 16:45 • Sábados, Domingos e Feriados: 10:00 as 12:00 e das 13:30 as 17:45

Torre Panorâmica
Também conhecida como Torre da Telepar ou Torre das Mercês, é uma torre de telecomunicações que permite o turista ver a cidade lá do alto, abrigando também o Museu do Telefone.


Está localizada na Rua Prof. Lycio Grein de Castro Vellozo, 191 - Mercês.
Funciona de 3ª a domingo: das 10h às 19h.
Entrada (inteira) R$ 6.

+Veja também: Linha Turismo é uma ótima opção para quem quer conhecer Curitiba

Rua 24 horas
A Rua 24 Horas é sem dúvida um ponto turístico marcante de Curitiba. Sua visita é recomendada tanto para turistas quanto para os habitantes da cidade.


Com sua arquitetura diferenciada, a galeria possui opções de lazer, serviços, comércios, gastronomia e bancos.
Está localizada entre as praças Osório e Rui Barbosa, no centro. A entrada principal é pela Rua Visconde de Nácar.

Museu Paranaense
O Museu Paranaense é uma instituição museológica do Governo do Estado do Paraná que conserva, guarda, pesquisa e promove exposições de caráter pedagógico a partir de seu acervo museológico, garantindo o acesso da comunidade ao seu patrimônio cultural. Seu foco desdobra-se em Antropologia, Arqueologia e História do Paraná.


O Museu Paranaense possui hoje um acervo de aproximadamente 400 mil itens, entre objetos de uso pessoal, mobiliário, armas, uniformes, indumentárias, documentos, mapas, fotos, filmes, discos, máquinas, equipamentos de diversas espécies, moedas, medalhas, porcelanas, pinturas em diversas técnicas e esculturas, além de grande acervo arqueológico (lítico, cerâmico e biológico), antropológico (cestaria, plumária, armas, adornos e cerâmicas indígenas), retratos a óleo da antiga Pinacoteca do Estado.
Fica na Rua Kellers, 289 - São Francisco
Horário de visitação: 3ª a 6ª das 9h às 17h30. Sábados, domingos e feriados das 10h às 16h.

Bar do Alemão
Bar e restaurante animado com loja de presentes, especializado em comida alemã e em ambiente de taverna.


Fica na Rua Dr. Claudino dos Santos, 63 – Largo da Ordem (São Francisco).
Funciona até as 2 da manhã!

Confeitaria das Famílias, no Calçadão da Rua XV
Com 75 anos de via, a confeitaria reúne a história da cidade com muitas delícias. Tradicional ponto de encontro, tem gostinho de infância e um lugar ótimo para passar horas por lá.


Considerado como Unidade de Interesse de Preservação (UIP) pela prefeitura, o edifício apresenta traços da arquitetura eclética, característica das construções do início do século 20. Além disso, o prédio compõe um conjunto de edificações históricas de uma das ruas mais conhecidas de Curitiba, a XV de Novembro, tombada pelo governo do estado.
Funciona das 8h às 22h, todos os dias.
Fica no Calçadão da Rua XV, 374 – Centro.


Paço da Liberdade
Inaugurado em 1916, hoje abriga diversas exposições de arte e cultura, ideal para passar várias horas lá dentro.


O prédio histórico já abrigou dezenas de outras instituições em seu interior, inclusive a própria prefeitura municipal.
Fica na Praça Generoso Marques, 189 – Centro.
Funciona de 3ª a 6ª das 9h30 às 20h45 — sábado das 9h30 às 17h30 e Domingo das 9h30 às 17h.

Cine Passeio (o novo velho cinema de rua)
Resgatado do fundo do baú, o Cine Passeio remonta a história da cidade da época dos cinemas de rua – que estavam extintos até então –, desde a sua arquitetura, seu interior e também pelo estilo de diversos de seus filmes em cartaz, que conta também com filmes inéditos!


O complexo, instalado num espaço que antes foi um antigo Quartel do Exército Brasileiro, retoma o conceito dos cinemas de rua e faz referência a dois antigos cinemas de Curitiba: os cines Luz e Ritz. Com capacidade para 90 pessoas, as salas foram equipadas com os mais modernos sistemas de projeção e sonorização existentes no mercado.
Está localizado na Rua Riachuelo, 410 – Centro.

Museu Ferroviário
Instalado na antiga Estação Ferroviária de Curitiba, o Museu Ferroviário expõe peças históricas e suas instalações buscam reproduzir o antigo funcionamento da estação. Inclui parte do acervo da RFFSA, como uma locomotiva do início do século 20 e um vagão dormitório que serviu para hospedar o ex-presidente Getúlio Vargas. Hoje, o museu faz parte das instalações do Shopping Estação.


Fica na Av. Sete de Setembro, 2775, Centro/Rebouças.
Funciona das 11h às 19h.

Mercado Municipal
Fundado em 02 de agosto de 1958, o Mercado Municipal de Curitiba é o mais tradicional endereço para compras de Curitiba.
Nas bancas de hortigranjeiros e setor orgânico, o consumidor encontra produtos como: bebidas, queijos e vinhos de diversas procedências, ervas medicinais, temperos e especiarias, iguarias, conservas, pescados, embutidos, carnes exóticas e com cortes especiais.


Além também de produtos de decoração, utensílios domésticos, produtos de limpeza, armarinhos, presentes, entre outros.
Fica na Avenida Sete de Setembro, 1865 – Centro (Em frente à Rodoferroviária);
Funcionamento: Domingo: das 7h às 13h;
segunda-feira das 7h às 14h; e
de Terça à sábado: das 7h às 18h.

Museu do Holocausto
Curitiba foi a primeira cidade do Brasil, e por muitos anos a única, a ter um espaço cultural dedicado à memória das vítimas do holocausto, na Segunda Guerra Mundial. É o Museu do Holocausto, um espaço interativo, que conta a história da guerra através da história das vítimas e dos sobreviventes do regime nazista.


Fica na Rua Coronel Agostinho Macedo, 248 - Bom Retiro.
Funcionamento:
Aos domingos: das 9h ao meio dia;
De segunda à quarta das 8:30 às 17:30 (fecha para o almoço às 11:30 e volta às 14h).
Quinta: das 19h às 20:30
Sexta: das 8:30 às 11:30.
Aos sábados não tem funcionamento.

Museu do Olho
Inaugurado em novembro de 2002 com o nome de Novo Museu e projeto do arquiteto Oscar Niemeyer. Em 2003, seu nome foi mudado para Museu Oscar Niemeyer (MON), em homenagem ao seu famoso projetista. Muitos o conhecem simplesmente como o "Museu do Olho".
O Museu Oscar Niemeyer é um dos maiores complexos de exposição do Brasil, com cerca de 16 mil m² destinados a obras de arte. Conta com diversos ambientes, incluindo um auditório para 400 lugares, café e espaços de lazer.


Em sua inauguração buscou-se um foco de atuação nas artes plásticas, no design, na arquitetura e no urbanismo.
Fica na rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico.
Funciona de 3ª a domingo das 10h às 18h.
O preço do ingresso é R$ 20 (inteira). Às quartas a entrada é grátis até às 17:30.

Museu Egípcio e Rosacruz
O Museu Egípcio tem um acervo de cerca de 700 objetos, que vão desde máscaras funerárias, vasos, tumbas e estatuetas. Até o prédio do museu tem o formato de uma mastaba, uma espécie de tumba construída durante o período do reino antigo. Já o Museu Rosacruz apresenta objetos recebidos pelos três Grandes Mestres da Ordem Rosacruz (AMORC).


Também é a casa de uma múmia com quase 3 mil anos de idade, que já foi tema por aqui. Clique aqui e confira tudo sobre este museu incrível!

Ópera de Arame
Seu nome deriva do estilo construtivo, feito de tubos de aço e estruturas metálicas, coberto com placas transparentes de policarbonato, lembrando a fragilidade de uma construção em arame. Inaugurada em 1992, acolhe todo tipo de espetáculo, do popular ao clássico, e tem capacidade para 1.572 espectadores.


Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, faz parte do Parque das Pedreiras juntamente com o Espaço Cultural Paulo Leminski, cenário de grandes eventos desde 1989, e pode abrigar, ao ar livre, 20.000 pessoas.
Fica na Rua João Gava (sem número) – Abranches.
Funciona de 2ª a domingo: das 10h às 19h.
Projeto Vale da Música (cobrança de ingressos) de terça a domingo das 10h às 19h.

Nossa sugestão de como visitar cada um dos lugares citados neste texto, seguindo uma ordem fácil de locomoção entre os pontos pela cidade:

Clique na imagem para ver no mapa
Clique na imagem para abrir no mapa.
1 - Museu do Automóvel
2 - Torre Panorâmica
3 - Rua 24 horas
4 - Museu Paranaense
5 - Bar do Alemão
6 - Tomar um cafezinho nas confeitarias do Calçadão da XV
7 - Paço da Liberdade
8 - Novíssimo Cine Passeio
9 - Museu Ferroviário
10 - Mercado Municipal
11 - Museu do Holocausto
12 - Museu do Olho
13 - Museu Egípcio e Rosacruz
14 - Ópera de Arame 



Bônus: Se você busca lugares para comer, recomendamos experimentar  a costela do peculiar Gato Preto e as coxinhas da Dois Corações e da Di Frango.

Veja também roteiros para São Paulo e Rio de Janeiro para dias chuvosos! (Clique no nome da cidade).

Gostou? Tem alguma sugestão? Conte para gente nos comentários! Curta também nossa página para não perder nenhuma dica!



Roteiro para o que visitar em Curitiba nos dias de Chuva



Ajude a continuarmos publicando. Curtir a nossa página nos incentiva muito! basta clicar aqui ou no botão:



Veja abaixo também um roteiro de dias chuvosos para Rio e São Paulo.

Se você é daqueles turistas um pouco sem sorte, que planeja tudo o que vai fazer com muita antecedência, faz mil e um planos do que conhecer apostando que vai encontrar aquele dia ensolarado, mas bem no dia que você chega na cidade está caindo um toró (chuva forte para Curitibanos), bem, então este roteiro é para você. 

Veja no final do texto a sugestão de roteiro.

Não se desespere: Curitiba é mesmo um tanto fria e chuvosa – e este é o charme –, contudo, isso não te impedirá de conhecer muita coisa incrível na cidade. Se você é um tanto quanto azarado, faça o seu seguro viagem, vista uma japona e bora tomar um quentão no Bar do Alemão!  

 
Veja agora o que fazer em Curitiba em dias chuvosos:

Museu do Automóvel
Um museu temático, especializado em veículos automotores e similares, é considerado um dos mais importantes do Brasil nesta categoria.


Está localizado na Av. Cândido Hartmann, 2300 - Parque Barigui;
Funciona de 3ª a 6ª feira: 13:30 as 16:45 • Sábados, Domingos e Feriados: 10:00 as 12:00 e das 13:30 as 17:45

Torre Panorâmica
Também conhecida como Torre da Telepar ou Torre das Mercês, é uma torre de telecomunicações que permite o turista ver a cidade lá do alto, abrigando também o Museu do Telefone.


Está localizada na Rua Prof. Lycio Grein de Castro Vellozo, 191 - Mercês.
Funciona de 3ª a domingo: das 10h às 19h.
Entrada (inteira) R$ 6.

+Veja também: Linha Turismo é uma ótima opção para quem quer conhecer Curitiba

Rua 24 horas
A Rua 24 Horas é sem dúvida um ponto turístico marcante de Curitiba. Sua visita é recomendada tanto para turistas quanto para os habitantes da cidade.


Com sua arquitetura diferenciada, a galeria possui opções de lazer, serviços, comércios, gastronomia e bancos.
Está localizada entre as praças Osório e Rui Barbosa, no centro. A entrada principal é pela Rua Visconde de Nácar.

Museu Paranaense
O Museu Paranaense é uma instituição museológica do Governo do Estado do Paraná que conserva, guarda, pesquisa e promove exposições de caráter pedagógico a partir de seu acervo museológico, garantindo o acesso da comunidade ao seu patrimônio cultural. Seu foco desdobra-se em Antropologia, Arqueologia e História do Paraná.


O Museu Paranaense possui hoje um acervo de aproximadamente 400 mil itens, entre objetos de uso pessoal, mobiliário, armas, uniformes, indumentárias, documentos, mapas, fotos, filmes, discos, máquinas, equipamentos de diversas espécies, moedas, medalhas, porcelanas, pinturas em diversas técnicas e esculturas, além de grande acervo arqueológico (lítico, cerâmico e biológico), antropológico (cestaria, plumária, armas, adornos e cerâmicas indígenas), retratos a óleo da antiga Pinacoteca do Estado.
Fica na Rua Kellers, 289 - São Francisco
Horário de visitação: 3ª a 6ª das 9h às 17h30. Sábados, domingos e feriados das 10h às 16h.

Bar do Alemão
Bar e restaurante animado com loja de presentes, especializado em comida alemã e em ambiente de taverna.


Fica na Rua Dr. Claudino dos Santos, 63 – Largo da Ordem (São Francisco).
Funciona até as 2 da manhã!

Confeitaria das Famílias, no Calçadão da Rua XV
Com 75 anos de via, a confeitaria reúne a história da cidade com muitas delícias. Tradicional ponto de encontro, tem gostinho de infância e um lugar ótimo para passar horas por lá.


Considerado como Unidade de Interesse de Preservação (UIP) pela prefeitura, o edifício apresenta traços da arquitetura eclética, característica das construções do início do século 20. Além disso, o prédio compõe um conjunto de edificações históricas de uma das ruas mais conhecidas de Curitiba, a XV de Novembro, tombada pelo governo do estado.
Funciona das 8h às 22h, todos os dias.
Fica no Calçadão da Rua XV, 374 – Centro.


Paço da Liberdade
Inaugurado em 1916, hoje abriga diversas exposições de arte e cultura, ideal para passar várias horas lá dentro.


O prédio histórico já abrigou dezenas de outras instituições em seu interior, inclusive a própria prefeitura municipal.
Fica na Praça Generoso Marques, 189 – Centro.
Funciona de 3ª a 6ª das 9h30 às 20h45 — sábado das 9h30 às 17h30 e Domingo das 9h30 às 17h.

Cine Passeio (o novo velho cinema de rua)
Resgatado do fundo do baú, o Cine Passeio remonta a história da cidade da época dos cinemas de rua – que estavam extintos até então –, desde a sua arquitetura, seu interior e também pelo estilo de diversos de seus filmes em cartaz, que conta também com filmes inéditos!


O complexo, instalado num espaço que antes foi um antigo Quartel do Exército Brasileiro, retoma o conceito dos cinemas de rua e faz referência a dois antigos cinemas de Curitiba: os cines Luz e Ritz. Com capacidade para 90 pessoas, as salas foram equipadas com os mais modernos sistemas de projeção e sonorização existentes no mercado.
Está localizado na Rua Riachuelo, 410 – Centro.

Museu Ferroviário
Instalado na antiga Estação Ferroviária de Curitiba, o Museu Ferroviário expõe peças históricas e suas instalações buscam reproduzir o antigo funcionamento da estação. Inclui parte do acervo da RFFSA, como uma locomotiva do início do século 20 e um vagão dormitório que serviu para hospedar o ex-presidente Getúlio Vargas. Hoje, o museu faz parte das instalações do Shopping Estação.


Fica na Av. Sete de Setembro, 2775, Centro/Rebouças.
Funciona das 11h às 19h.

Mercado Municipal
Fundado em 02 de agosto de 1958, o Mercado Municipal de Curitiba é o mais tradicional endereço para compras de Curitiba.
Nas bancas de hortigranjeiros e setor orgânico, o consumidor encontra produtos como: bebidas, queijos e vinhos de diversas procedências, ervas medicinais, temperos e especiarias, iguarias, conservas, pescados, embutidos, carnes exóticas e com cortes especiais.


Além também de produtos de decoração, utensílios domésticos, produtos de limpeza, armarinhos, presentes, entre outros.
Fica na Avenida Sete de Setembro, 1865 – Centro (Em frente à Rodoferroviária);
Funcionamento: Domingo: das 7h às 13h;
segunda-feira das 7h às 14h; e
de Terça à sábado: das 7h às 18h.

Museu do Holocausto
Curitiba foi a primeira cidade do Brasil, e por muitos anos a única, a ter um espaço cultural dedicado à memória das vítimas do holocausto, na Segunda Guerra Mundial. É o Museu do Holocausto, um espaço interativo, que conta a história da guerra através da história das vítimas e dos sobreviventes do regime nazista.


Fica na Rua Coronel Agostinho Macedo, 248 - Bom Retiro.
Funcionamento:
Aos domingos: das 9h ao meio dia;
De segunda à quarta das 8:30 às 17:30 (fecha para o almoço às 11:30 e volta às 14h).
Quinta: das 19h às 20:30
Sexta: das 8:30 às 11:30.
Aos sábados não tem funcionamento.

Museu do Olho
Inaugurado em novembro de 2002 com o nome de Novo Museu e projeto do arquiteto Oscar Niemeyer. Em 2003, seu nome foi mudado para Museu Oscar Niemeyer (MON), em homenagem ao seu famoso projetista. Muitos o conhecem simplesmente como o "Museu do Olho".
O Museu Oscar Niemeyer é um dos maiores complexos de exposição do Brasil, com cerca de 16 mil m² destinados a obras de arte. Conta com diversos ambientes, incluindo um auditório para 400 lugares, café e espaços de lazer.


Em sua inauguração buscou-se um foco de atuação nas artes plásticas, no design, na arquitetura e no urbanismo.
Fica na rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico.
Funciona de 3ª a domingo das 10h às 18h.
O preço do ingresso é R$ 20 (inteira). Às quartas a entrada é grátis até às 17:30.

Museu Egípcio e Rosacruz
O Museu Egípcio tem um acervo de cerca de 700 objetos, que vão desde máscaras funerárias, vasos, tumbas e estatuetas. Até o prédio do museu tem o formato de uma mastaba, uma espécie de tumba construída durante o período do reino antigo. Já o Museu Rosacruz apresenta objetos recebidos pelos três Grandes Mestres da Ordem Rosacruz (AMORC).


Também é a casa de uma múmia com quase 3 mil anos de idade, que já foi tema por aqui. Clique aqui e confira tudo sobre este museu incrível!

Ópera de Arame
Seu nome deriva do estilo construtivo, feito de tubos de aço e estruturas metálicas, coberto com placas transparentes de policarbonato, lembrando a fragilidade de uma construção em arame. Inaugurada em 1992, acolhe todo tipo de espetáculo, do popular ao clássico, e tem capacidade para 1.572 espectadores.


Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, faz parte do Parque das Pedreiras juntamente com o Espaço Cultural Paulo Leminski, cenário de grandes eventos desde 1989, e pode abrigar, ao ar livre, 20.000 pessoas.
Fica na Rua João Gava (sem número) – Abranches.
Funciona de 2ª a domingo: das 10h às 19h.
Projeto Vale da Música (cobrança de ingressos) de terça a domingo das 10h às 19h.

Nossa sugestão de como visitar cada um dos lugares citados neste texto, seguindo uma ordem fácil de locomoção entre os pontos pela cidade:

Clique na imagem para ver no mapa
Clique na imagem para abrir no mapa.
1 - Museu do Automóvel
2 - Torre Panorâmica
3 - Rua 24 horas
4 - Museu Paranaense
5 - Bar do Alemão
6 - Tomar um cafezinho nas confeitarias do Calçadão da XV
7 - Paço da Liberdade
8 - Novíssimo Cine Passeio
9 - Museu Ferroviário
10 - Mercado Municipal
11 - Museu do Holocausto
12 - Museu do Olho
13 - Museu Egípcio e Rosacruz
14 - Ópera de Arame 



Bônus: Se você busca lugares para comer, recomendamos experimentar  a costela do peculiar Gato Preto e as coxinhas da Dois Corações e da Di Frango.

Veja também roteiros para São Paulo e Rio de Janeiro para dias chuvosos! (Clique no nome da cidade).

Gostou? Tem alguma sugestão? Conte para gente nos comentários! Curta também nossa página para não perder nenhuma dica!



0 Comentários