Mortes forçam a China a fechar famosas pontes de vidro - Foca na Folga

Segundo a emissora estatal CCTV, a província chinesa de Hebei resolveu fechar as suas famosas pontes de vidro que estão espalhadas por 24 locais da região devido a casos de mortes registrados nas atrações.

Após esse tipo de ponto turístico viralizar, a China construiu aproximadamente 2.300 pontes de vidro em todo o país a centenas de metros de altura. Para chamar mais a atenção, muitas das pontes contam com uma “dose de terror”, onde telas simulam rachaduras e até mesmo a queda de partes da estrutura, causando em muitos turistas até mesmo o desmaio. Contudo, isso não foi, até onde se sabe, a causa de mortes.

No início deste ano um turista morreu e outros seis ficaram feridos depois de caírem de um escorregador de vidro localizado em uma ponte, na província de Guangxi. A chuva deixou o piso muito escorregadio, fazendo com que a vítima fatal colidisse contra o corrimão e voasse para fora do escorregador. Ele morreu de ferimentos graves na cabeça.
Após isso, autoridades do governo pediram para que as atrações passassem por vistorias mais rigorosas de segurança para impedir que novos acidentes ocorram, levando ao fechamento de inúmeras pontes, inclusive a Hongyagu, a maior delas.


Como a China tem uma política mais fechada para o resto do mundo, não saem tantas informações do tipo, mas em uma rede social do país, chamada de Weibo, muitos internautas elogiaram o fechamento das atrações turísticas alegando que elas não oferecem muita segurança e que a construção frenética dessas pontes aparenta ser um desperdício de dinheiro.


A morte em Guangxi não foi o único acidente que se tem conhecimento nessas pontes. Em 2017 um turista também morreu vítima de falhas de segurança em um escorregador localizado em uma ponte de vidro em Hubei; em 2017 um turista se feriu quando pedras rolaram sobre uma ponte em Zhangjiajie; e em 2015 uma passarela rachou em Henan, causando pânico em quem estava na atração.
Tags: que trinca, trincando, quebra, brasil, suspensa

Mortes forçam a China a fechar famosas pontes de vidro



Segundo a emissora estatal CCTV, a província chinesa de Hebei resolveu fechar as suas famosas pontes de vidro que estão espalhadas por 24 locais da região devido a casos de mortes registrados nas atrações.

Após esse tipo de ponto turístico viralizar, a China construiu aproximadamente 2.300 pontes de vidro em todo o país a centenas de metros de altura. Para chamar mais a atenção, muitas das pontes contam com uma “dose de terror”, onde telas simulam rachaduras e até mesmo a queda de partes da estrutura, causando em muitos turistas até mesmo o desmaio. Contudo, isso não foi, até onde se sabe, a causa de mortes.

No início deste ano um turista morreu e outros seis ficaram feridos depois de caírem de um escorregador de vidro localizado em uma ponte, na província de Guangxi. A chuva deixou o piso muito escorregadio, fazendo com que a vítima fatal colidisse contra o corrimão e voasse para fora do escorregador. Ele morreu de ferimentos graves na cabeça.
Após isso, autoridades do governo pediram para que as atrações passassem por vistorias mais rigorosas de segurança para impedir que novos acidentes ocorram, levando ao fechamento de inúmeras pontes, inclusive a Hongyagu, a maior delas.


Como a China tem uma política mais fechada para o resto do mundo, não saem tantas informações do tipo, mas em uma rede social do país, chamada de Weibo, muitos internautas elogiaram o fechamento das atrações turísticas alegando que elas não oferecem muita segurança e que a construção frenética dessas pontes aparenta ser um desperdício de dinheiro.


A morte em Guangxi não foi o único acidente que se tem conhecimento nessas pontes. Em 2017 um turista também morreu vítima de falhas de segurança em um escorregador localizado em uma ponte de vidro em Hubei; em 2017 um turista se feriu quando pedras rolaram sobre uma ponte em Zhangjiajie; e em 2015 uma passarela rachou em Henan, causando pânico em quem estava na atração.
Tags: que trinca, trincando, quebra, brasil, suspensa
0 Comentários